Category Logística
EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas
EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas

A plataforma utilizada foi um chassi de fabricação Mercedes Benz, Modelo Axor 3344, que passou por um processo de adaptação para ser operado com propulsão elétrica

Por Camila Lucio com informações de Assessoria de Imprensa

Batizado de Atlas, novo caminhão da VIX Logística tem capacidade de 120 toneladas
Segundo a companhia, é o primeiro do país a atingir esta capacidade (Foto: Divulgação)

Batizado de Atlas, o novo caminhão elétrico da VIX Logística tem tração de 120 toneladas. Segundo a companhia, é o primeiro do país a atingir esta capacidade e, quando convertido para elétrico, deixa de consumir, mensalmente, até cerca de 8.300 litros de diesel em algumas rotas e pode evitar a emissão de quase 21 toneladas de CO2 por mês.

A plataforma utilizada foi um chassi de fabricação Mercedes Benz, Modelo Axor 3344, que passou por um processo de adaptação para ser operado com propulsão elétrica. Após a customização, o veículo plataforma deixa de ser movido a combustíveis fósseis e passa a atuar com o suporte de baterias de fosfato de ferro-lítio (LFP).

A solução faz parte do portfólio do VIVA – VIX Veículos Autônomos – nova vertical de negócios da empresa voltada para inovação e criação de tecnologias sustentáveis focadas em logística.

Para conseguir chegar à capacidade de tração de 120 toneladas, a equipe do VIVA desenvolveu tecnologias para aumentar o desempenho sem comprometer a eficiência energética, criando um conjunto de tração específico para atender a este requisito. Foram utilizados rígidos protocolos de segurança da indústria automotiva que serviram de sustentação para as metas criteriosamente definidas no desenvolvimento do projeto.

EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas

Segundo o diretor da VIX e responsável pelo VIVA, Elias Alves, o objetivo é encontrar o melhor equilíbrio entre capacidade de tração de carga, autonomia e dimensões dos packs de bateria. “Replicar a mesma capacidade de tracionamento de carga de um veículo a combustão interna e superá-la é um grande desafio técnico e é o que perseguimos com esse projeto”, destacou o executivo.

Para a recarga, o caminhão necessita de um ponto específico de energia, com corrente contínua que permita a opção de recarga rápida. Essa é uma mobilização relativamente simples no caso de operações realizadas em áreas industriais e que possuem geração própria de energia elétrica.

“Os pack’s de baterias possuem um sistema de autocontrole de temperatura, assim como um robusto sistema de supressão de incêndio, além da estrutura de contenção mecânica de proteção e isolamento de todo o conjunto. O veículo conta também com sensores espalhados por todos os elementos que foram integrados durante sua construção, permitindo o monitoramento da operação e garantia da segurança”, ressaltou o executivo.

O veículo possui potencial para aplicação em diversos tipos de operações. Em movimentação interna, como transporte interno de madeira, transporte de produtos siderúrgicos, em áreas portuárias, movimentação em pátios de armazenagem de materiais de apoio em áreas no setor de óleo e gás.

Além de movimentações internas de rechego de materiais ‘graneis’ em áreas de mineração e siderúrgicas e movimentação de materiais em pátios de matéria-prima para alimentação de processos industriais.

Fonte: Mundo Logística

EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas
EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *