Category Logística
EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas
EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas

Entre as ações adotadas estão a implementação de sistemas de controle automático de desempenho dos motores, aproveitamento dos gases de descarga para geração de calor e otimização dos controles

Por Redação

Log-In Logística Intermodal registra redução de 26% nas emissões de CO2
Houve diminuição de 10,3% na intensidade de emissões nas operações do grupo (Foto: Divulgação)

Com ampliações nos investimentos em programas e tecnologias que aprimoram a eficiência energética da frota da companhia, a Log-In Logística Intermodal reduziu 6,7% nas emissões diretas de Gases de Efeito Estufa (GEE) da frota. Além disso, houve diminuição de 10,3% na intensidade de emissões nas operações do grupo, comparado a 2021. Considerado o período de 2020 a 2022, o valor chega a 26%.

Para alcançar esses resultados, as embarcações da companhia receberam uma série de “retrofits“, ou seja, melhorias que potencializam o desempenho dos navios, otimizam o consumo de combustível e reduzem a emissão de gases poluentes.

Segundo a empresa, as instalações desses equipamentos foram realizadas durante os ciclos de docagem ocorridos nos últimos dois anos. Em 2021, três embarcações da Log-In foram docadas: Log-In Resiliente, Log-In Endurance e Log-In Jatobá. Já em 2022, receberam a manutenção e os aprimoramentos os navios Log-In Jacarandá e Log-In Pantanal.

“A Log-In tem realizado diversas iniciativas voltadas à descarbonização. Isto demonstra o compromisso da companhia com seus stakeholders por meio da implementação e do cumprimento de nossa agenda ESG, oferecendo serviços cada vez mais aderentes às demandas dos clientes e com um olhar atento às necessidades ambientais”, declarou o diretor de Operações da Log-In, Mauricio Trompowsky.

De acordo com a companhia, os projetos implementados têm como objetivo aumentar a eficiência dos navios na integração casco-hélice-motor, por meio de retrofits e utilização de tecnologia. Esses projetos envolvem sistemas inteligentes de controle automático de desempenho dos motores, melhor aproveitamento dos gases de descarga para geração de calor, softwares para aumentar a performance e eficiência dos motores eletrônicos e otimização do padrão de consumo durante as viagens.

APRIMORAMENTO DA FROTA

As primeiras embarcações a receberem atualizações durante suas docagens foram o Log-In Endurance e o Log-In Jatobá, com a aplicação de tecnologia que permite o isolamento automático de uma das turbinas do motor. “Isto garante maior eficiência e melhor performance de nossas embarcações, ao mesmo tempo, em que reduz o consumo de combustível e a emissão de poluentes”, afirmou Trompowsky.

EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas

O executivo explica que, ao isolar uma das turbinas, é possível alcançar a mesma potência do motor com menor volume de combustível. “Com isso, em operações em baixas cargas, o motor alcança a mesma velocidade com uma demanda de combustível substancialmente menor, diminuindo, assim, o consumo de bunker e, consequentemente, a emissão de CO2.”

Outro projeto implementado na frota passa por empregar dispositivos para ampliar a eficiência propulsiva do navio, reduzindo as perdas por meio do processo de cavitação e recuperando parte da energia gerada pelas pás da hélice, além da redução de ruído subaquático e vibração, trazendo uma importante redução no consumo de combustível.

Foi realizada ainda a adoção de tecnologia que monitora e ajusta, em tempo real, os principais parâmetros do motor. Dessa forma, obtém-se um motor cada vez mais balanceado, de forma automatizada, diminuindo perdas e operando sempre com máxima eficiência, reduzindo as emissões e o volume de bunker consumido.

Além dessas inovações, as embarcações da frota da Log-In receberam, durante as últimas docagens, uma tinta anti-incrustante, de última geração, na parte do casco localizada abaixo da linha d’água, que reduz a incrustação, o atrito e, consequentemente, aumenta a eficiência hidrodinâmica da embarcação.

A Log-In também implementou em sua frota, uma nova tecnologia que fornece, em tempo real, dados associados à velocidade, potência e consumo da embarcação, além de informações sobre as condições meteorológicas.

O diretor de Operações da Log-In comentou que as informações obtidas pela plataforma auxiliam diretamente a tomada de decisões pelo comandante do navio, tornando as operações ainda mais otimizadas, reduzindo a emissão de dióxido de carbono (CO2) e promovendo uma considerável economia no consumo de combustível.

“Com os dados gerados pela plataforma em mãos, é possível seguir as melhores opções de rotas, verificar as condições do mar e, o melhor, alinhar estes dados com as configurações ideais para a operação do navio”, explicou Trompowsky.

De acordo com o executivo, após a implementação dos retrofits, a frota da companhia apresentou melhora significativa no consumo de combustível e na emissão de poluentes. “Conseguimos identificar uma redução importante no consumo de combustível nos navios, em comparação a 2022. Os resultados mostram que estamos no caminho certo, reforçando cada vez mais nosso compromisso com a agenda ESG”, apontou.

Fonte: Mundo Logística

EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas
EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *