Category Notícias
EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas
EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas

A partir da próxima terça-feira (02 de maio) a tolerância para caminhões com cargas soltas e conteinerizadas que chegam ao Porto de Santos passa a ser de duas horas. A mudança na Norma de Agendamento faz parte de um conjunto de soluções adotadas pela Autoridade Portuária de Santos (APS) após serem discutidas por um grupo de trabalho visando a melhoria da logística no Porto.

A mudança nas janelas segue cronograma estabelecido por Norma da Autoridade Portuária que regulamenta o assunto. Esta será a terceira fase dos períodos de adaptação para as tolerâncias de recepção de caminhões no Porto. A primeira alteração ocorreu em 01 de outubro de 2022. Na ocasião, a tolerância de 5 horas caiu para 4 horas; em 01 de janeiro desse ano houve  nova redução para três horas.

O grupo de trabalho que busca melhorias na logística do Porto de Santos é formado por sindicatos, associações, operadores e a APS. No entanto, para os caminhões de granéis vegetais sólidos não há alteração. O motivo são as distâncias de origem das cargas que exigem dias de viagem. Para esses casos, o ajuste do período é feito com a parada obrigatória em pátios reguladores fora do Porto.

Os caminhões permanecem estacionados aguardando a chamada aos terminais. Dessa forma, segundo a APS também se evita a formação filas de caminhões nas rodovias ou avenidas de acesso ao comoplexo portuário. A janela para estas cargas continua sendo de seis horas.

MELHORIAS

EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas

Segundo a APS, as discussões do grupo de trabalho sobre modificação da Norma continuam já resultaram em outras melhorias na logística do Porto de Santos. Entre elas se destacam o reaproveitamento de janelas canceladas e permissão para alterar informações sobre veículos e condutores, facilitando o processo de troca de caminhão em caso de necessidade.

Também se criou a comunicação da situação de contingência para os terminais, quando houver interrupções no acesso das vias que levam ao porto. Essa melhoria reduziu para os caminhoneiros a cobrança da tarifa de no-show (quando o veículo não comparece no horário agendado).

De acordo com a APS, entre outras pautas em andamento está a integração entre os sistemas dos Redex (recinto de exportação não alfandegado) e terminais portuários, para facilitar o processo de agendamento dos caminhões. 

 

Fonte: Portal O Carreteiro

EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas
EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *