Category Notícias
EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas
EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas

A Fórmula Truck, categoria pioneira em corridas de caminhões no Brasil, renasceu em 2022 ao retornar com grande êxito aos autódromos. A receptividade do público foi grande mesmo após a permanência por cerca de sete anos seguidos sem realizar campeonatos.

O retorno às pistas foi marcado por seis etapas disputadas prestigiadas por grande público nas arquibancadas e HCs de quatro autódromos. Duas das provas aconteceram em Cascavel/PR, outras duas em Guaporé/RS, uma em Interlagos/SP e outra em Rivera/Uruguai.

58a163 4eed14c4060a451a9918fd6e096b1886 mv2
Tradicional palco de corridas de caminhão, Guaporé etapa disputada em Guaporé abriu o campeonato de 2023

Embalada pelo ritmo de crescimento na reestreia, a categoria iniciou a temporada de 2023 com força total para realizar um campeonato ainda maior em todos os aspectos. A primeira prova foi disputada dia 12 de março no autódromo de Guaporé/RS e acompanhada por de mais de 20 mil pessoas de diversas localidades gaúcha. 

A segunda etapa do campeonato acontece no próximo domingo (16/04) em Rivera, no Uruguai. A novidade é que essa corrida e todas as demais da temporada de 2023 terão transmissão ao vivo a partir das 13 horas pelo canal aberto da Rede TV!. (veja detalhes da etapa abaixo).

NOVO MODELO

O presidente e promotor da Fórmula Truck, Gilberto Hidalgo, explicou que nesse novo modelo são duas categorias com diferenças técnicas entre os caminhões. Na GT Truck, os motores têm gerenciamento eletrônico e potência limitada a 800cv mais 10%; enquanto na modalidade Fórmula Truck os caminhões competem com motores alimentados por bomba injetora mecânica e potência permitida de 700Cv mais 10%.

Hidalgo frisou que as potências dos motores são limitadas pelo regulamento, porém tanto os eletrônicos quanto os mecânicos têm capacidade técnica para serem preparados com até 1.200 cv. A limitação, conforme disse, se deve a fatores como maior durabilidade nas provas e menos custos para os pilotos e equipes.

58a163 66b3d47111fd4c7fbcc5c603be101570 mv2
Retorno às pistas da Fórmula Truck em 2022 contou uma etapa no autódromo de Interlagos/SP

Pela sua previsão, até o final dessa temporada de 2023 a Fórmula Truck deverá contar com a participação de 26 caminhões em cada uma das duas categorias. Segundo ele, essa expectativa se justifica devido ao grande número de pilotos interessados em correr com caminhão.

Porém, ele adianta que 52 serão o limite na pista. “Assim, cada etapa terá quatro provas, duas em cada categoria com duração de 25 minutos cada uma, de forma que proporcionará mais emoções ao público. Cada etapa será um, Racing Day”, complementou o dirigente. Nessa segunda corrida do ano disputada no Uruguai serão cerca de 35 caminhões na competição.

CONFIANÇA E CRESCIMENTO

A Fórmula Truck iniciou a temporada de 2023 confiante na continuidade de crescimento e de superação de metas, assim como foi em 2022. Ano passado, a categoria começou o campeonato com 18 caminhões no grid de largada e terminou com 31.

“A evolução dos pilotos também foi notável e as provas uma melhor que a outra. Também notamos que as equipes atraíram novos patrocinadores. O interesse do público é outro fator que nos deixou muito felizes”, concluiu Hidalgo.

58a163 4dacbcbcf39d472e9f7c1da36b306f3e mv2
Fórmula Truck trouxe de volta às pistas os caminhões com capô e motor sem gerenciamento eletrônico

A expectativa dele e de toda a organização para 2023 é de realizar uma temporada bastante movimentada e com um maior número de caminhões na pista bem como a presença garantida do público nas arquibancadas.

Desde o seu início em meados da década de 1990, a Fórmula Truck se destacou para o público como uma categoria do automobilismo extremamente popular. Nesse retorno às pistas, o evento procurou resgatar e manter imagem que tornou as corridas de caminhão um fenômeno no País.

58a163 d507fd594d074e7397ecca13b38c5e68 mv2
Popularidade junto ao público é uma das características da categoria
EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas

Este reencontro com boa parte do público em barracas e acampamentos, churrasco e shows foi revivido esse ano na etapa de abertura do campeonato em Guaporé/RS. Os vencedores foram Pedro Muffato, na categoria GT Truck (motores eletrônicos) e Duda Conci na categoria F-Truck (motores com bomba injetora).

SEGUNDA ETAPA

Para a segunda etapa, programação da Fórmula Truck em Rivera conta com início da programação já nesta sexta-feira, com a realização de dois treinos livres, das 13h30 às 14h30 e das 15h35 às 16h35.

b98713ea 8090 4ce3 ba6b 40565b3c697e
O veterano Pedro Muffato foi o vencedor da primeira etapa na caregoria GT Truck

No sábado, estão previstos mais três treinos livres, das 9 às 9h40, das 10h10 às 10h50 e das 13h50 às 14h20. O treino classificatório será das 15h35 às 16h35, incluindo o Top Qualifyng.

No domingo, a largada da prova 1 será às 13 horas (horário de Brasília), com duração de 25 minutos, mais uma volta. A prova 2 virá na sequência, depois de duas voltas em bandeirada amarela e também com duração de 25 minutos, mais uma volta. A Fórmula Truck tem a supervisão das federações do Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo; patrocínio da JK Tyre e Silvercap, e apoio da Meritor, Eckisil e Platodiesel.

UM POUCO DE HISTÓRIA

A Fórmula Truck despontou no Brasil como um grande evento do automobilístico a partir de 1.996, embora a história desse fenômeno do automobilismo no País tenha surgido em 1987 no autódromo de Cascavel/PR.

Sob o nome de Copa Brasil de Caminhões, a prova realizada num final de semana prologado pelo feriado de 07 de setembro na segunda-feira, foi a única devido ao acidente fatal com um dos corredores.

A ideia de fazer corridas de caminhão continou viva na cabeça de um dos envolvidos na organização, Aurélio Batista Félix. O rapaz da cidade de Santos/SP, filho de caminhoneiro, conhecedor de caminhão, mecânica diesel e amante de velocidade, prosseguiu com os planos e, em janeiro de 1994, levou a público o projeto da Fórmula Truck.

Capa 1987 2
Capa da Revista O Carreteiro de outubro de 1987 destacando a etapa da Copa Brasil de Caminhões

O desafio era fazer corridas em autódromos, o que foi possível no ano seguinte com liminar da justiça. Foram apresentações nos autódromos de Cascavel e Londrina/PR, Tarumã/RS e Goiânia/GO.

Em 1996, já homologada pela Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), a então nova categoria realizou seu primeiro Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck, cuja corrida de abertura aconteceu em Guaporé, em 28 de abril daquele ano, com 13 caminhões alinhados no Grid.

Foi também em Guaporé, em 02 de março de 2008, a última corrida da Fórmula Truck sob o comando de Aurélio. Ao final da etapa, ele se sentiu mal ainda no próprio autodromo e após ser submetido a uma cirurgia de desobstrução de coronárias faleceu na quarta-feira à tarde (dia 06). A partir daí a categoria passou a comandada pela sua esposa, Neusa Navarro.

CALENDÁRIO DO CAMPEONATO DE 2023Calendario 2023


Fonte: Portal O Carreteiro

EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas
EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *