Category Logística
EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas
EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas

Dados compilados pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) apontam que em 2022 o agro gerou superávit de US$ 141,8 bilhões – o maior já registrado na história

Por Redação


Segundo a empresa, gestores buscam soluções tecnológicas que proporcionem mais segurança e eficiência às operações (Foto: Divulgação)

O agro fechou 2022 com exportações recordes de US$ 159,1 bilhões, crescimento de 32% em relação a 2021, segundo dados do Governo Federal compilados pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). O setor também gerou o maior superávit já registrado na história, de US$ 141,8 bilhões. A soja em grãos liderou as vendas externas no ano passado, com receita de US$ 46,6 bilhões, 20,8% a mais que 2021.

Segundo a e-Ship WMS, as crescentes exigências do mercado do agronegócio estão levando gestores da área a buscar soluções tecnológicas que proporcionem mais segurança e eficiência às suas operações. A legislação e conferência rotineira que regem a venda e o armazenamento dos produtos agrícolas é rígida e pesada. O controle dos lotes e da validade dos itens é fundamental nesse segmento, o estoque deve ser preciso, para evitar quaisquer complicações causadas por informações incorretas.

Para Alexandre Schnorr, executivo de vendas da e-Ship WMS, o setor agrícola tem diversas particularidades, entre elas a questão de ser muito setorizada a colheita e ter controles a mais do que uma logística comum. “Todo início de ano, por volta do final de janeiro, a colheita começa a acontecer, então a logística interna tem que estar preparada para receber um alto volume de sacarias e bags, não podendo perder seu controle principal, percentual de germinação e lote”, apontou.

EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas

Atualmente, a empresa oferece o sistema ELYZE, um sistema para organizar a logística de empresas agrícolas. “A e-Ship tem flexibilidade o suficiente para conseguir atender demandas nesse formato, conseguindo pegar desde o processo de recebimento dos grãos, encaminhamento controlado para os silos, controle de qualidade dos produtos, até o processo de expedição das big bags, no formato que o cliente deseja, por exemplo, em milhões de sementes ou por peso”, explicou Schnorr.

De acordo com a empresa, a tecnologia permite otimizar a rotina dos armazéns, com rastreabilidade total dos itens, desde o recebimento até a expedição. O gestor passa a ter o acompanhamento de todas as tarefas em tempo real ao alcance das mãos, em dispositivos móveis. Os erros manuais são diminuídos, bem como a emissão de papéis e a ocorrência de avarias nos produtos ou de incoerências no estoque.

Os relatórios e dashboards disponibilizados automaticamente fornecem informações valiosas que podem ser utilizadas para planejar e identificar possíveis melhorias nas rotinas do armazém. “Em um segmento tão concorrido, e com exigências fiscais tão altas, quem não buscar automatizar seu setor logístico corre um enorme risco de ficar para trás no mercado. Isso porque um armazém plenamente organizado significa um melhor atendimento aos clientes, consolidando o nome da marca e fidelizando consumidores”, ressaltou Alexandre Schnorr.

Fonte: Mundo Logística

EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas
EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *