Category Dúvidas, Logística
EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas
EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas

Câmeras com inteligência artificial identificam automaticamente situações perigosas no trânsito e tornam as operações mais seguras e eficientes

Por Redação


Foto: Divulgação

A videotelemetria ajuda a reduzir o número de acidentes no trânsito que, de acordo com a Secretaria Nacional de Trânsito, chegou a 72 por hora no Brasil em 2021. O sistema de câmeras combina IoT (Internet das Coisas), inteligência artificial e Big Data para identificar e alertar situações perigosas, como direção distraída, proximidade insegura ao veículo da frente, curvas perigosas e aceleração ou frenagem brusca.

O número total de acidentes no trânsito no ano passado foi de 632.764, segundo o mesmo órgão. Embora existam diferentes razões para esse dado, eventos de risco ao volante representam um número bastante significativo. De acordo com o Ministério dos Transportes, Portos e Aviação, 54% dos acidentes analisados em 2020 foram causados por imprudências dos motoristas e 23% indicaram falta de atenção do condutor. Muitas das situações poderiam ser evitadas com o auxílio da tecnologia presente nas câmeras.

VIDEOTELEMETRIA NAS FROTAS

A instalação de câmeras veiculares evoluiu para se tornar cada vez mais inteligente, integrada e acessível, podendo ser implementada em escala. Para citar um exemplo de uma empresa global, entre abril e outubro de 2020, a Amazon testou a tecnologia das câmeras em mais de 3,2 milhões de quilômetros de rotas de entrega e notou redução de 48% dos acidentes.

Com a videotelemetria, os comportamentos identificados automaticamente são gravados e enviados à uma plataforma, pela qual o gestor da frota é alertado da situação. As gravações geram uma infinidade de dados graças à inteligência artificial, essencial para identificar e encaminhar os momentos que o gestor deve assistir e avaliar, transformando dados brutos em informação útil e relevante.

A tecnologia é tão relevante que, recentemente, a Cobli, FleetTech que descomplica e potencializa a gestão de frotas, lançou sua solução proprietária de videotelemetria, a Cobli Cam. Com ela, câmeras com inteligência artificial gravam tanto a visão da via quanto a da cabine do veículo e, assim, ajudam a evitar acidentes e diminuir o impacto deles nos custos da frota.

Ao identificar situações perigosas, a Cobli Cam emite alertas sonoros na cabine em tempo real, chamando atenção do motorista, um benefício importante que gera, instantaneamente, mais segurança para o condutor. Além disso, com os dados obtidos, o gestor da frota consegue criar planos de ação e passar feedbacks para melhorar o desempenho do motorista, além de tornar a direção mais segura.

“Se tivermos uma gravação de duas horas, por exemplo, a plataforma de inteligência da Cobli aponta o momento exato que o gestor realmente precisa acompanhar. Assim, ele prioriza e atua diretamente no que é mais importante, conquistando eficiência e produtividade no dia a dia”, afirma Omar Jarouche, CMO da Cobli.

EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas

A ciência dos dados também é primordial para que o gestor da frota conscientize sua equipe com treinamentos mais avançados, capazes de uma renovação constante que envolve todos os perfis de colaboradores e frota


Arte: Divulgação

VIDEOTELEMETRIA REDUZ CUSTOS NA OPERAÇÃO

O uso da videotelemetria, como a oferecida pela Cobli Cam, pode diminuir custos com infrações de trânsito, pois ter a visibilidade de como está a direção do time ajuda o gestor a reverter comportamentos que resultam em mais gastos, como multas causadas por infrações causadas pelo motorista.

Para se ter uma ideia desse custo para uma empresa, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal e o Ministério da Infraestrutura, em 2021, 246 mil multas foram aplicadas por uso de celular ao volante. O levantamento apontou ainda que 2.2 milhões das multas foram por excesso do limite de velocidade. Delas, 88% foram de velocidade até 20% superior, ou seja, um possível descuido.

As gravações também são importantes para evitar o pagamento de despesas com incidentes nos quais a empresa e o motorista não foram responsáveis pela infração. Os vídeos podem ser usados como evidências e, nesse cenário, já foram observados casos de exoneração de 50% dos processos.

MAIS SEGURANÇA PARA MOTORISTAS NO TRÂNSITO

O uso de tecnologias e dados são importantes aliados para diminuir comportamentos perigosos ao volante. Um estudo realizado pela Frost & Sullivan apontou que veículos que possuíam este tipo de câmera com inteligência embarcada tiveram um aumento de 70% no uso do cinto de segurança, 60% de redução no número de colisões, 65% menos eventos de excesso de velocidade e 80% de redução de distrações ao volante.

Segundo dados da Cobli, há casos de redução de até 50% no número de incidentes com uma condução mais focada e cuidadosa. Essa prevenção vai impactar diretamente na quantidade de acidentes que a empresa está envolvida. A mudança de chave exige esforço e investimento, mas a tecnologia já está aqui para trazer esses ganhos para a sociedade.

“Já conseguimos notar um resultado extremamente bem-sucedido nas empresas que estão implementando políticas e tecnologias para aprimorar o modo de condução e assim reduzir distrações atrás do volante. Dessa forma, a videotelemetria impacta diretamente na proteção de funcionários, prestadores de serviços e da sociedade.” – Omar Jarouche.

Veja como funciona a Cobli Cam:


Fonte: Mundo Logística

EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas
EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *