Category Notícias
EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas
EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas

A Ambipar contará com 10 novos caminhões Scania R 410 6×2 movidos a gás natural veicular (GNV) e/ou biometano.

Que irão operar em um dos clientes do Grupo, a Dow, para transportar produtos químicos em uma rota operada com o uso majoritário de GNC.

Ambipar, líder em gestão ambiental e pioneira em soluções integradas para a sua cadeia de negócios.

E Scania, líder na transformação do setor de transportes, para tornar o mundo das estradas, das pessoas e dos negócios mais sustentável.

Mais do que um casamento de sucesso contudo, essa parceria, que acaba de ser retomada, tem um propósito ainda maior: levar a sustentabilidade para as operações de transporte de forma real, aqui e agora.

Corredor Sustentável

Sendo assim, os novos modelos farão parte do chamado Corredor Sustentável, um projeto da Ambipar que leva mobilidade segura e inteligente para as operações de transporte de produtos químicos para a Dow.

A iniciativa está alinhada às estratégias ESG das companhias e ao objetivo de reduzir a emissão de gases de efeito estufa (GEE) em suas operações.

Já no primeiro ano de circulação dos novos caminhões Scania, a Ambipar estima uma redução de 20% nas emissões de dióxido de carbono no Corredor.

“Queremos ampliar cada vez mais nossa agenda ESG e o Corredor Sustentável chega para fortalecer este propósito.”

De acordo com Hélio José Branco Matias, Diretor na Ambipar.

“É notória a preocupação da Ambipar com a sustentabilidade e a visão de futuro, baseada em viabilidade de dados concretos, escolhendo nossa solução que trará muitos benefícios para sua operação e dos seus clientes.”

“A solução a gás e/ou biometano da Scania é uma realidade viável no Brasil. Continuamos com metas ousadas e já vendemos mais de 600 unidades. O interesse cresce a cada dia.”

De acordo com Silvio Munhoz, diretor geral das Operações Comerciais da Scania Brasil.

A implantação do Projeto Corredor Sustentável é resultado de um estudo feito em 2021 pela Ambipar.

O inventário de emissões de gases de efeito estufa indicou que a atividade logística era grande fonte de emissões na companhia.

Assim, no ano passado, a companhia revisitou sua estratégia de gestão para aumentar a eficiência da cadeia logística, melhorando processos, indicadores, ações para aperfeiçoamento da operação e adoção de novas tecnologias.

Essa ação contribui com o objetivo da companhia em reduzir em 50% suas emissões até o ano de 2030.

Rentabilidade também traz sustentabilidade

Além dos novos veículos a gás, a Ambipar investiu ainda em outras 40 unidades da Nova Geração Scania, modelo R 450 6×2, adquiridos para renovação de frota.

Além disso, vinte desses caminhões serão dedicados para a logística da matriz da Ambipar, em São Paulo; 15 irão atuar no polo petroquímico, atendendo a segunda unidade com maior faturamento do Grupo; e os outros cinco estarão em operações do Mercosul.

EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas

Entretanto, para a Ambipar, esse foi, inclusive, um dos fatores decisivos para a recente aquisição.

“Vim para o Grupo em 2011 e, aos poucos, pude mostrar para o Conselho de Gestão as especificidades e valências da marca.”

“O investimento inicial pode até ser mais alto, mas o Scania é o caminhão que tem a melhor média de combustível do mercado, ainda incomparável com as demais marcas, e o que tem o valor de revenda acima da concorrência.”

“Ao longo de cinco anos, por exemplo, é um veículo que proporciona uma redução de custos para a companhia”, destaca Hélio.

Tanto que, em uma frota composta por aproximadamente 300 caminhões, os sete caminhões Scania adquiridos em 2018 ainda permanecem fazendo a diferença e trazendo bons resultados de economia de combustível para a empresa.

“Não costumamos ter caminhões com mais de três anos de uso, isso faz parte da política da empresa. Mas não pretendemos, por enquanto, substituir os R 450 que já tínhamos comprado.

“Enquanto os caminhões da concorrência, na mesma operação de transporte de produtos químicos granel – carregados 50% do trecho, pois retornam vazios – fazem uma média de 2,7%, os Scania entregam 2,9 a 3%. É uma diferença relevante.”

Vida longa à parceria

Desse modo, ao que tudo indica, essa retomada é o início de um novo momento na parceria – e no casamento – dessas duas marcas que, juntas, pretendem seguir pela transformação do setor de transportes, por essa e pelas próximas gerações.

“Nossa intenção é continuar com a parceria com a Scania, até porque agora estou com os 10 caminhões movidos gás.”

“E sabemos que a tendência é aumentar mais ainda esse número à medida em que vou conseguindo ter aderência dos clientes no projeto Corredor Sustentável.”

“Também já colocamos em nosso planejamento ter mais modelos Scania em nossas renovações de frota a partir do ano que vem”, revela Hélio.

“Desde que assumimos o compromisso de liderar a transformação para um transporte mais sustentável, temos buscado parceiros que estejam nessa mesma jornada.”

“A Ambipar é um deles, já pensando lá na frente e entendendo que os bons frutos dessa relação geram uma força ainda maior para essa parceria.”

De acordo com Maurício Lucena, gerente de Negócios da Scania Brasil.

Leia também: Continental Pneus apresenta soluções para o transporte sustentável na IAA Transportation 2022

Fonte: Jornada Scania

Foto: Divulgação

Portal Estrada – Negócios em Transporte & Logística

Fonte: Portal Estrada

EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas
EBA - Empresa Brasileira de Armazenamento, Redex e Operações Logísticas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *