Category Notícias

Levantamento realizado pela Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC), entre março de 2021 e março desse ano, apontou crescimento de 47,3% de adesão dos autônomos ao sistema para a aquisição de caminhão.

A pesquisa considerou de veículos extrapesados rodoviários aos modelos destinados a operações em áreas urbanas. O aumento de participação ocorreu também entre as pessoas jurídicas, chegando a 52,4% de adesão ao sistema no mesmo período.

De acordo com a Associação, a procura pelo consórcio se deve vantagens como o custo final baixo, prazos longos, parcelas ajustadas aos orçamentos entre outras peculiaridades.  Para o presidente executivo da ABAC, Paulo Roberto Rossi, o consórcio é a melhor alternativa, em razão dos custos mais baixos.

Adesões ao sistema

Ainda segundo o levantamento da entidade, baseado em dados fornecidos pelas administradoras de consórcio com atuação no segmento de veículos pesados, em março de 2021 a soma atingia 7,92 mil cotas, chegando a 15,36 mil em março deste ano, totalizando mais de 137 mil adesões no período. Balanço para aquisição de caminhões pelo sistema apontou 325,06 mil participantes em março desse ano.

Os créditos variam de R$ 120 mil a R$ 990 mil e a taxa média de administração praticada foi de 0,15% ao mês para um prazo médio de 92 meses de duração do grupo. Entre as categorias de veículos mais retirados na contemplação, os caminhões leves representaram 23,0%; os médios 24,7%, os pesados 37,6% e os extrapesados 14,7%.

Segundo o levantamento, 65% dos consorciados contemplados optaram pela renovação da frota e 35% pela ampliação. A maioria, 72%, decidiu pelos caminhões seminovos e 28% pelos modelos zero quilômetro. Muitos dos veículos negociados em 2021 serão entregues esse ano.

Fonte: Portal O Carreteiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.