Category Notícias

Uma fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF), realizada entre a quinta-feira (5) e a manhã de sexta (6), registrou 121 infrações à Lei do Descanso do motorista profissional, nas rodovias federais de Pernambuco. A iniciativa integra o Movimento Maio Amarelo, que busca reduzir a violência no trânsito e chamar a atenção sobre os riscos na direção de veículos automotores.

Durante a fiscalização da Lei do Descanso, foram abordados 1.377 veículos e 1.417 pessoas, emitidas 1.030 autuações e registradas 166,2 toneladas de excesso de peso. Destacam-se também 106 veículos irregulares recolhidos, 38 autos por ultrapassagens em local proibido, 29 pela falta do exame toxicológico, 23 pelo não uso do cinto de segurança, 19 pelo transporte inadequado de produtos perigosos, dez pela falta do capacete e seis por alcoolemia.

Chamou a atenção dos policiais que alguns motoristas agradeceram por terem sido parados para poder descansar, devido à sobrecarga de trabalho. Além disso, foram realizadas ações educativas com 729 pessoas sobre normas, equipamentos obrigatórios e condutas para preservar vidas no trânsito.

A PRF alerta sobre o perigo em conduzir veículos de carga sem cumprir o descanso obrigatório, que deve ser de no mínimo 30 minutos a cada 6 horas de direção, e de 11 horas ao longo de 24 horas. O sono e o cansaço podem ser tão prejudiciais quanto o consumo de bebida alcoólica, pois prejudicam a atenção, o reflexo e a capacidade de reação do motorista. Essa prática coloca em risco a vida do próprio condutor e de outras pessoas que utilizam as rodovias.

Em 2021, chegava a 50 o número de pontos de parada e descanso para motoristas profissionais distribuídos pelo país. Com a certificação de 11 PPDs no Diário Oficial da União (DOU), motoristas profissionais do transporte rodoviário de passageiros e de cargas agora possuem novos locais em São Paulo, Rio Grande do Sul, Maranhão, Piauí e Santa Catarina.

Fonte: Agência PRF

Foto: Divulgação

Portal Estrada – Negócios em Transporte & Logística

Fonte: Portal Estrada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.